05/02/2015

Sanches

Rafael tem 22 anos e é formado em Arquitetura pela faculdade Belas Artes (SP). Sanches começou a criar seus quadros a mais de um ano por incentivo de seu amigo, desde então o sucesso foi garantido.



Se você se interessa por artes, originalidade e até mesmo decoração então você já deve ter ouvido falar ou visto algum quadro do Sanches por aí na internet. E se você ainda não conheceu os trabalhos maravilhosos desse artista é só chegar mais e conferir um pouquinho sobre, ah,m cuidado, porque depois de ver um quadro você corre um sério risco de querer encomendar um de cada artista preferido seu.




Conversei com o Rafa e ele contou várias coisas sobre suas obras, vem conferir:
Quando foi que você começou a criar sua artes?
Na verdade eu crio desenho e produzo artes tanto relacionada a tipografia ou a coisa mais abstrata, desde criança, desde moleque cresci em galerias com meu pai, cresci em volta de artistas consagrados do brasil, enfim. E isso sempre teve dentro de mim, mas quando eu comecei a vender mesmo foi nesse ano (2014), lá pra fevereiro, por ai.
- Você é formado em quê ? Por que escolheu esse curso?
Sou formado em arquitetura, que tem bastante a ver com o que eu trabalho hoje em dia, na faculdade belas artes, que é uma faculdade bastante direcionada a desenvolvimento de criação e arte.- É difícil fazer as artes? Quanto tempo demora pra fazer um ?
Com relação a ser difícil e quanto tempo demora, difícil pra mim não é, pra os outros que tentarem copiar deve ser, mas pra mim é tranquilo. Tem que ter paciência porque todo tipo de arte eu tento fazer o mais perfeito possível, e isso demanda paciência, depende do humor! Enfim, depende de muita coisa, depende de qual desenho é, não consigo dizer quanto tempo certinho eu faço, porquê cada hora eu to fazendo de um jeito, de uma maneira e de um tamanho, então não dá pra dizer realmente.
- Qual desenho (até agora) foi o seu preferido? Você acha algum chato de fazer, ou não?
Meu desenho preferido desses exclusivos series que eu faço dos artistas e tal, é o Tupac, não só por ser o que eu mais gosto de fazer, mas pelo que ele representa, enfim. E acho que é um dos que eu mais vendi, junto com o Chorão se eu não me engano. O Tupac é o que eu mais gosto de fazer, agora o que eu mais odeio fazer, não que eu odeio, mas o que é mais difícil de fazer e que demanda mais tempo pra mim, mas eu acho muito bacana também, é o Einstein, que é bem detalhado e precisa tomar um cuidadinho legal, assim, pra não ferrar com tudo, então, acho que o mais chato de fazer é ele.
- Percebi que a repercussão está sendo muito boa, o que você está achando disso tudo?
A repercussão ta impressionante, eu não imaginava que as coisas iam acontecer tão rápido em menos de um ano. Como artista pra galera, artes de rua, enfim, eu já expus em duas galerias, com mais propostas pra exposição, vendendo muita obra, graças a Deus. To tendo a aceitação quase que cem porcento da galera, eu sei que a arte não é unanime, mas eu nunca vi ninguém, por enquanto criticar o que eu faço, talvez por ser algo que eu acho que seja bem original, então não tem o que criticar a originalidade da arte. E o que é bacana, o que me deixa bem feliz e o que faz com o que meu trampo seja meio que único, e eu tento passar isso pras pessoas, vendendo peças exclusivas ou peças de baixa numeração, para que torne para aquela cidade, exclusivas também, enfim, isso é o bacana de tudo. 
- Quanto tempo demora pra você entregar um quadro em outro estado ?
Isso depende muito, tem coisa que eu tenho acervo, a maioria das obras que  eu vendo, já tem o acervo, que é a que eu coloco na internet, o que eu não tenho, eu peço alguns dias para os clientes para poder desenvolver, não pode ter pressa também, para não sair de qualquer jeito, eu não acho legal. Eu envio pelo correio em um tubo especifico para o envio de obras de artes pro Brasil inteiro, e assim que eu mando pro correio, em dois, três dias tá no Amazônias. Já mandei pro Pará, pro Mato grosso, Rio grande do sul e Belém. Estou mandando agora dois pro Rio de Janeiro. Eu acho que o Brasil inteiro. Ainda bem que tá conhecendo cada vez mais o meu trampo, mandei também pra Brasília. O Brasil inteiro tá checando meu trampo.

-
De que são feito os quadros?
Eu tenho 3 vertentes do meu trampo, da minha arte, que é a fine art, que a gente chama, que na tradução seria, arte fina, que eu faço no papel francês, algodão francês, que é o que mais vendo. Dai tem os painéis, que são normalmente maiores, e tem os prints, que eu fiz em parceria com um amigo meu, que é fotografo, o Rogério Soeiro, que ele tirou umas fotos insanas de São Paulo, eu fiz essa colabe por cima das fotos dele, e essas são as 3 vertentes a principio, e a que eu mais gosto de fazer, que sai mais, é essa no papel francês, que fica bem bacana.
- Quanto mais ou menos custa suas artes ? Depende do desenho, ou o quê?
Depende muito, eu acho que o preço é o mais que depende, porque tem obras que eu tenho acervo, que eu tenho um valor sentimental enorme, e isso agrega um preço absurdo, e tem obras que eu tenho aqui que eu acho que tão em um preço muito abaixo do que eu gostaria de vender, mas enfim, foi o que eu decidi. Arte é muito complicado você direcionar os preços, tanto que eu não jogo os preços na internet, não divulgo o preço, vai de cliente pra cliente, trato de cliente pra cliente. Tem clientes que vem, enfim, como vou dizer, tem clientes que eu gosto mais que do que o outro e eu acabo fazendo um preço menor, então depende, isso varia muito. Mas as TELAS, os prints tem um preço base, e as telas em papel algodão também tem um preço base. A que varia um pouquinho são os painéis, que ficam mais caras também, por serem exclusivos, por serem peças únicas, e depende também da numeração, fica mais caro ou mais barato, isso diferencia bastante.
Saca só a novidade que o Rafael lançou nesses últimos meses...
Um site novinho, onde vocês poderão fazer o orçamento daquele quadro que você amou e também conhecer vários outros modelos, confere lá: www.rafasanches.com 
Contato:
Facebook
E-mail: Sanches.Art@outlook.com
Espero que tenham gostado, se sim, entrem nas redes sociais do Rafa e conheçam um pouco mais sobre suas artes.
Beijooos.

3 comentários: